Dra Fernanda Nassar

A ozonioterapia é indicada para quê?

O tratamento com ozônio medicinal – ou ozonioterapia – divide opiniões e há muitos mitos em torno do assunto. A técnica tem sido bastante procurada, pois é eficaz no tratamento de muitas patologias.

Para esclarecer melhor o assunto e deixar você mais tranquila, vamos esclarecer neste post tudo sobre o assunto.

Mas, desde já, deixamos claro que é fundamental que se procure uma clínica séria, com boa reputação e equipe técnica qualificada para a realização de qualquer procedimento estético ou de saúde, incluindo a ozonioterapia.

O que é a ozonioterapia?

A ozonioterapia, que nada mais é do que um tratamento com ozônio, é uma terapia natural baseada no uso da aplicação de ozônio para aumentar a quantidade de oxigênio no corpo. Na verdade, a técnica utiliza uma combinação dos gases oxigênio e ozônio (o que se denomina ozônio medicinal), que pode ser aplicada de várias formas, seja por meio de injeção subcutânea, água e óleo ozonizados, sauna e bolsa plástica, por exemplo.

Por ser um gás altamente reativo, o ozônio possui alta ação destrutiva em micro-organismos. Além disso, é antibacteriano, antifúngico, antiviral, destrói protozoários e ajuda a aumentar a estabilidade de boas células saudáveis. A ozonioterapia também ajuda a destruir as células imaturas e doentes, que são deformadas e vistas como estranhas ao organismo, como vírus, bactérias, fungos, etc.

Mas há precauções

É evidente que somente profissionais capacitados podem indicar a dosagem e a via correta de aplicação da ozonioterapia. Por isso, tome cuidado antes de se submeter ao tratamento.

O ozônio é um gás muito instável e nocivo se inalado, e por isso precisa ser gerado de forma precisa com equipamentos específicos, no local do uso. Cheque a seriedade da clínica e do profissional que farão a aplicação em você.

Indicações da Ozonioterapia

Muitos são os benefícios do tratamento com ozônio medicinal. Pelo menos 250 doenças podem ser tratadas com a ozonioterapia. No caso do câncer, de acordo com a Aboz (Associação Brasileira de Ozonioterapia), o tratamento tem a capacidade de funcionar como um complemento de tratamentos convencionais, como quimioterapia e radioterapia, pois estimula a liberação de oxigênio nos tecidos.

Os pacientes oncológicos geralmente têm baixa oxigenação dos tecidos e, dessa forma, o ozônio ajuda a aumentar a quantidade de oxigênio, regula o sistema imunológico e controla a resposta inflamatória.

A ozonioterapia diminui ainda a ação da toxicidade tanto da radioterapia quanto da quimioterapia.

Enumeramos outras 11 indicações da ozonioterapia e quais benefícios ela pode trazer à saúde:

01 – Aumenta a circulação

02 – Melhora a captação e utilização de oxigênio e ativação de processos dependentes de oxigênio

03 – Remove toxinas que prejudicam a respiração celular, produção de energia e absorção de nutrientes

04 – Estimula processos metabólicos no fígado e rins

05 – Aumenta a eficiência do corpo antioxidante sistema de enzima

06 – Modula o sistema imunológico

07 – Age rapidamente anti-inflamatório

08 – Analgesia: oxida os agentes que irritam as terminações nervosas nos tecidos danificados, atenuando a resposta à dor

09 – É antimicrobiano (antibacteriano, antiviral, antifúngico)

10 – Estimula a produção de fator de necrose tumoral

11 – Possui efeitos anti-envelhecimento

O ozônio medicinal, quando usado de maneira correta e com segurança é bastante eficaz e não traz riscos à saúde. Os resultados variam de acordo com cada caso e de paciente para paciente.

Quais as contraindicações da ozonioterapia?

Como já dissemos, é essencial que o tratamento com ozônio seja realizado por um profissional e jamais deve substituir os tratamentos tradicionais.

Vale ressaltar que se aplicado em doses excessivas, o ozônio pode causar problemas respiratórios a outros problemas de maior gravidade.

A única contraindicação absoluta do tratamento com ozônio é para pessoas com uma deficiência relacionada à enzima Glicose-6-Fosfato Desidrogenase (G6PD), conhecida como favismo. Sem ela, essa terapia tende a causar a destruição em massa das hemácias, células do sangue cuja função no organismo é transportar oxigênio.

Nos casos de hipertireoidismo descompensado, diabetes mellitus descompensado, hipertensão arterial severa descompensada e anemia grave, é preciso estabilizar essas situações antes da aplicação da ozonioterapia.

Quais os efeitos colaterais da ozonioterapia?

O tratamento com ozônio pode causar um leve ardor quando aplicado por meio de uma seringa. Além disso, o gás costuma fazer a glicose no sangue baixar, então é fundamental ter se alimentado nas três horas que antecedem a aplicação e os diabéticos devem estar com a glicemia devidamente monitorada.

Agora você já conhece as indicações as contraindicações do tratamento com ozônio e já sabe dos benefícios para a saúde. Basta escolher com cuidado o profissional que fará as aplicações.

_____

A Clínica Senses está localizada em Santos/SP, com uma infraestrutura moderna e de qualidade, atuando como clínica estética e consultório médico.Realiza procedimentos estéticos como: criolipólise, ozonioterapia, criofrequência, tratamento para gordura localizada, entre outros. Já seu consultório médico é especializado em tratamentos ginecológicos e obstetrícia.

 

  • Compartilhar:
WhatsApp